Esposa de Daniel Alves conta detalhes do dia do suposto abuso; VEJA

O segundo dia do julgamento em Barcelona focou no consumo de álcool por parte de Daniel Alves, acusado de agressão sexual em dezembro de 2022. Amigos do jogador afirmaram que ele bebeu intensamente na noite do ocorrido. Sua esposa, Joana Sanz, relatou que ele chegou em casa embriagado, após passar o dia em um restaurante e, posteriormente, na boate onde teria cometido o crime. A estratégia da defesa é alegar embriaguez como atenuante de pena, enquanto depoimentos divergentes sobre os acontecimentos na boate continuam sendo apresentados. O julgamento prossegue com a expectativa da apresentação da quinta versão dos eventos por parte de Daniel Alves, que está em prisão preventiva desde janeiro de 2023. A audiência abordará medicina forense e análise documental antes do encerramento na quarta-feira. O Ministério Público pede nove anos de prisão, enquanto a equipe da denunciante busca 12 anos, a pena máxima para esse tipo de crime na Espanha. O jogador enfrenta ainda uma indenização de €150 mil por danos morais e psicológicos.

com informações do ge

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading