Escorregadio: Lula não fala sobre conflito na Petrobras durante reunião com representantes dos petroleiros

Segundo informações do R7, o Ministro da Secretaria Geral, Márcio Macêdo, esclareceu que a questão do comando da Petrobras não foi discutida na reunião de sábado (6) entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e vários sindicalistas na Granja do Torto, uma das residências oficiais da presidência. Macêdo confirmou que a possível saída de Jean Paul Prates, presidente da estatal, também não foi discutida com os ministros do governo.

A reunião focou na necessidade de fortalecer o conteúdo nacional e discutir o papel social da Petrobras, de acordo com Macêdo. Outros tópicos abordados foram a alocação do fundo de investimentos da empresa e a transformação da Petrobras em uma empresa que vai além do petróleo, expandindo seu alcance além da energia.

No sábado, Lula se encontrou com representantes de sindicatos e movimentos sociais, incluindo membros da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST), Central Única dos Trabalhadores (CUT), entre outros.

Na sexta-feira (5), a FUP divulgou uma nota em defesa de Jean Paul Prates, cuja permanência no cargo tem sido questionada. A nota criticava o tratamento público que Prates estava recebendo e reconhecia seu papel no fortalecimento da empresa.

Na última segunda-feira (1º), Lula se encontrou com o diretor do BNDES, Aloizio Mercadante, e o alertou sobre a situação do comando da Petrobras. Isso acontece em meio à possível saída de Prates da liderança da empresa após desentendimentos com membros do governo.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies