Dez deputados de partidos aliados a Lula pedem seu impeachment após polêmica comparação entre Israel e Hitler

Até a manhã desta segunda-feira, 67 deputados federais assinaram um pedido de impeachment do presidente Lula (PT). A iniciativa surge em resposta às declarações do petista durante uma coletiva de imprensa na Etiópia, onde comparou a situação em Gaza ao extermínio de judeus pelo governo nazista de Adolf Hitler na Alemanha.

— O que está acontecendo na Faixa Gaza não existe em nenhum outro momento histórico, aliás, existiu, quando Hitler resolveu matar os judeus — afirmou Lula.

A declaração não foi bem recebida pelos parlamentares da oposição, que se reuniram para expressar seu repúdio. Surpreendentemente, entre os que assinaram a manifestação, estão dez membros de partidos que atualmente fazem parte do primeiro escalão do governo: União Brasil (6), PP (2), PSD (1) e Republicanos (1), os quais lideram coletivamente oito ministérios. Apesar de pertencerem a partidos aliados ao governo, esse grupo de deputados se alinha frequentemente com a oposição e raramente vota em consonância com o Palácio do Planalto.

Os signatários incluem Sargento Fahur (PSD), Delegado Fabio Costa (PP), Kim Kataguiri (União), Alfredo Gaspar (União), Rosangela Moro (União), Nicoletti (União), Messias Donato (Republicanos), Coronel Telhada (PP), Cristiane Lopes (União) e Rodrigo Valadares (União).

É importante destacar que esses deputados são filiados a partidos que ocupam cargos relevantes no primeiro escalão do governo. No caso do União Brasil, Celso Sabino (Turismo) e Juscelino Filho (Comunicações) lideram ministérios. O PSD tem três pastas sob sua responsabilidade, comandadas por Carlos Fávaro (Agricultura), André de Paula (Pesca) e Alexandre Silveira (Minas e Energia). Já o Republicanos e o PP possuem um ministério cada, ocupados por Silvio Costa Filho (Portos e Aeroportos) e André Fufuca (Esportes), respectivamente.

Dentre os 57 deputados que fazem parte da oposição, a maioria expressiva (53) é do partido do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Além disso, há representantes do Novo (2), Cidadania (1) e Podemos (1) entre os que assinaram o documento.

De autoria de Carla Zambelli (PL-SP), o requerimento alega que a fala do presidente configurou um crime responsabilidade por ter cometido um “ato de hostilidade contra nação estrangeira, expondo a República ao perigo da guerra, ou comprometendo-lhe a neutralidade”.

Veja quem são os apoiadores:

  1. Carla Zambelli (PL)
  2. Julia Zanata (PL)
  3. Delegado Caveira (PL)
  4. Mario Frias (PL)
  5. Coronel Meira (PL)
  6. Mauricio Marcon (Podemos)
  7. Paulo Bilynskyj (PL)
  8. Sgt Fahur (PSD)
  9. Delegado Fabio Costa (PP)
  10. Carlos Jordy (PL)
  11. Gustavo Gayer (PL)
  12. Sgt Gonçalves (PL)
  13. Kim Kataguiri (União)
  14. Bia Kicis (PL)
  15. General Girão (PL)
  16. Luiz Philippe (PL)
  17. Nikolas Ferreira (PL)
  18. Alfredo Gaspar (União)
  19. Rosangela Moro (União)
  20. Gilvan da Federal (PL)
  21. Carol De Toni (PL)
  22. Amália Barros (PL)
  23. Domingos Sávio (PL)
  24. ⁠Ramagem (PL)
  25. Nicoletti (União)
  26. Messias Donato (Republicanos)
  27. André Fernandes (PL)
  28. ⁠Marcelo Alvaro Antônio (PL)
  29. Eros Biondini (PL)
  30. Junio Amaral (PL)
  31. Coronel Telhada (PP)
  32. Marcel Van Hatten (PL)
  33. José Medeiros (PL)
  34. Zucco (PL)
  35. Daniel Freitas (PL)
  36. ⁠Zé Trovão (PL)
  37. ⁠Daniela Reinehr (PL)
  38. Capitão Alden (PL)
  39. Filipe Martins (PL)
  40. Bibo Nunes (PL)
  41. ⁠Adriana Ventura (Novo)
  42. Gilberto Silva (Pl)
  43. Cel Chrisóstomo (PL)
  44. Sanderson (PL)
  45. Giovani Cherini (PL)
  46. Filipe Barros (PL)
  47. Cristiane Lopes (União)
  48. Capitão Alberto Neto (PL)
  49. Gilson Marques (Novo)
  50. Coronel Fernanda (PL)
  51. Eduardo Bolsonaro (PL)
  52. Any Ortiz (Cidadania)
  53. Marco Feliciano (PL)
  54. Adilson Barroso (PL)
  55. Chris Tonietto (PL)
  56. Silvio Antonio (PL)
  57. Ricardo Salles (PL)
  58. Silvia Waiãpi (PL)
  59. Abilio (PL)
  60. Marcio Alvino (PL)
  61. Jefferson Campos (PL)
  62. Rodrigo Valadares (União)
  63. Marcelo Moraes (PL)
  64. Eder Mauro (PL)
  65. ⁠Rodolfo Nogueira (PL)
  66. Marcos Polon (PL)
  67. Capitão Augusto (PL)

Com informações de O Globo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies