Cartel de Sinaloa financiou campanha de presidente do México

Uma investigação realizada pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos e pela Administração de Fiscalização de Drogas (DEA, na sigla em inglês) revelou que o Cartel de Sinaloa financiou a campanha eleitoral do presidente do México Andrés López Obrador.

Realizada entre 2010 e 2011, a investigação apurou que a maior facção criminosa mexicana investiu de US$ 2 milhões a US$ 4 milhões (entre R$ 9,9 milhões e R$ 19,8 milhões) na campanha de López Obrador, quando foi candidato à Presidência em 2006.

+ Leia as últimas notícias sobre Mundo no site de Oeste

Gravações de áudio obtidas no inquérito mostram que membros do Cartel de Sinaloa participaram diretamente na entrega do dinheiro e confirmaram o financiamento ilícito.

Cartel de Sinaloa e presidente do México

Segundo o governo dos EUA, o dinheiro foi entregue por Arturo Beltrán Leyva a membros da equipe de campanha de López Obrador em nome da facção criminosa.

Em troca, o grupo pediu proteção e direito de participar na nomeação do procurador-geral da República caso López Obrador ganhasse as eleições.

Na época, Leyva obteve uma fortuna com o tráfico de drogas, chegando a receber US$ 400 milhões (quase R$ 2 bilhões) por mês. Ele fazia parte da liderança do grupo.

Lopez Obrador
Como troca pelo dinheiro, o Cartel de Sinaloa pediu proteção e direito de participar na nomeação do Procurador-Geral da República em caso de vitória de López Obrador | Foto: Reprodução/Wikimedia Commons/EneasMx

+ Veja: Número recorde de imigrantres ilegais do México preocupa Estados Unidos

Por parte do Cartel de Sinaloa, o principal responsável pela condução das negociações foi o narcotraficante Edgar Valdez Villarreal, um dos principais sócios de Leyva.

Já no lado da coligação da campanha de López Obrador, os responsáveis por receber o financiamento eram duas pessoas muito próximas ao presidente – Nicolás Mollinedo, então o motorista inseparável do presidente, e do político Mauricio Soto Caballero.

López Obrador é um membro ativo e colaborador do Foro de São Paulo. O presidente mexicano também é um apoiador da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) e da ditadura venezuelana de Nicolás Maduro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies