Brasil é obrigado a ter política de proteção comercial

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, afirmou, nesta segunda-feira, 29, que o Brasil é obrigado a ter uma política de proteção comercial em função do cenário internacional. A fala ocorreu durante reunião do grupo empresarial B20, que é ligado ao G20, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Para Mercadante, o mundo precisa de mais governança global na área comercial. De acordo com ele, o modelo atual não é favorável ao “Sul Global”.

BNDES construção naval Mercadante
Detalhe da fachada do BNDES, em Brasília | Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

“Estamos sendo empurrados à força”, disse Mercadante, durante a reunião realizada na sede da Firjan. “Não vamos continuar assistindo à desindustrialização do Sul Global.”

O Sul Global citado por Mercadante é uma termologia cada vez mais usada por integrantes do governo Lula. Em geral, representa países localizados “abaixo” da América do Norte, da Europa e da Rússia. Isso inclui a América Latina, a África, a Oceania e boa parte da Ásia (com China e Índia na lista).

Mercadante fala sobre desindustrialização

Na reunião na Firjan, o presidente do BNDES ainda afirmou que a retirada de subsídios e a adoção de um modelo de Estado mínimo agravam um suposto processo de desindustrialização pelo qual o Brasil estaria passando.

No mesmo evento que contou com a presença de Mercadante, o presidente da Confederação Nacional da Indústria, Ricardo Alban, disse que há um ambiente favorável para que a indústria recupere um espaço no país que “nunca deveria ter perdido”.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading