Bolsonaro vai a enterro de PM da Rota morto após ser baleado durante patrulhamento

Neste sábado (3/2), o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) dirigiu-se a São Paulo para participar do sepultamento do policial militar Samuel Wesley Cosmo, das Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota). Samuel perdeu a vida na madrugada de hoje, após ser atingido por um disparo no rosto durante uma operação de patrulhamento em Santos, no litoral paulista.

Atualmente em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, Bolsonaro fará a viagem até São Paulo para prestar solidariedade aos familiares do militar. O sepultamento está programado para ocorrer por volta das 15h no Cemitério do Araçá, na capital paulista.

Conforme informações da PM, o soldado Samuel foi alvejado por volta das 17h de sexta-feira (2/2), enquanto patrulhava com sua equipe na Avenida Brigadeiro Faria Lima, no bairro Rádio Clube, na zona noroeste de Santos. A corporação esclareceu que não havia tiroteio ou incursões no momento do incidente.

A área onde ocorreu o ataque é localizada em um bairro menos favorecido da Baixada Santista, próxima a um mangue e na divisa com as cidades de São Vicente e Cubatão.

Em resposta ao ataque contra o membro da Rota, foi iniciada uma nova fase da Operação Escudo na região. Diversos batalhões, incluindo o Choque, mobilizaram-se na noite de sexta-feira em direção à Baixada Santista, conforme informado pela polícia.

Ao longo do último ano, foram realizadas oito Operações Escudo na Baixada Santista. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) esclareceu que a implementação desse tipo de operação é um procedimento padrão em casos de falecimento de policiais.

Com informações do Metrópoles.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies