Alegando três meses sem receber salários, trabalhadores terceirizados da Prefeitura de Teresina entram em greve

Nesta última segunda-feira (13/11) , os funcionários terceirizados da Prefeitura de Teresina anunciaram uma greve motivada pelo tardança do pagamento de salários. De tratado com o presidente do Sindicato dos Empregados de Empresa de Higiene e Conservação (Seeacep), Jonathas Miranda, esses funcionários estão há três meses sem receber pelos seus serviços.

Entre os trabalhadores que se encontram sem atuar no momento nos órgãos municipais estão facilitar de serviços gerais, agentes de portaria e cozinheiras. Ainda de tratado com o presidente do Seeacep, as empresas terceirizadas alegam que há uma falta de repasses da Prefeitura de Teresina, que teria sido causada por um erro de conta no orçamento de 2023. Até o momento não há previsão de repasse desses pagamentos atrasados.

“Hoje (terça-feira, 14 de novembro) vai ser realizada uma audiência pública na frente da Câmara Municipal de Teresina com a expectativa é de que os vereadores possam nos ajudar a resolver essa situação”, pontua Jonathas Miranda ao OitoMeia.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading