Aeronáutica se pronuncia, sobre ação da PF que mirou militares

O comandante da Aeronáutica, Marcelo Damasceno, disse apoiar uma “investigação completa” da Polícia Federal (PF) a respeito da participação de militares na suposta tentativa de golpe de Estado.

Na semana passada, a PF iniciou a Operação Tempus Veritatis, na qual cumpriu 33 mandados judiciais autorizados pelo Supremo Tribunal Federal. Entre os alvos, havia gente da ativa das Forças Armadas.

“Qualquer coisa que fira nossos diplomas disciplinares será punida”, prometeu Damasceno, em entrevista ao jornal O Globo, publicada neste domingo, 11.

Comandante da Aeronáutica comenta reunião divulgada pela PF

Ao ser interpelado, sobre a reunião com o ex-presidente Jair Bolsonaro, Damasceno garantiu não ter “informação nenhuma a respeito”.

“Não sabia do que acontecia dentro do Palácio do Planalto”, assegurou o militar. “A Força Aérea foi profissional, focada na sua missão. Nesta mesa aqui, do Alto Comando, não se falava de política. A nossa posição foi de isenção em relação ao governo Bolsonaro.”

Posicionamento da Marinha

marinha comandante
O almirante Marcos Sampaio Olsen, durante a cerimônia de posse como comandante da Marinha – 05/01/2023 | Foto: Divulgação/Marinha

Após a ação da PF, na semana passada, a Marinha se manifestou.

“Em relação à operação da PF Tempus Veritatis, a Marinha do Brasil reitera que não se manifesta sobre processos investigatórios em curso, sob sigilo, no âmbito do Poder Judiciário”, informou a Força, a Oeste.

Adiante, a Marinha acrescentou que, “consciente de sua missão constitucional, reafirma que pauta sua conduta pela fiel observância da legislação, valores éticos e transparência”.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Deixe um comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies

Descubra mais sobre Brasil em Pauta Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading