Acusado de assassinar policial militar em Teresina confessou o crime; ele já respondia por homicídio

Na manhã desta segunda-feira (05/02), aconteceu a audiência de custódia dos acusados de assassinarem o Policial militar Agamenon Dias Freitas Júnior, na madrugada de domingo (04/02) durante uma briga em uma loja de conveniência na zona Sudeste de Teresina.

Em depoimento, um homem identificado como Tiago, de 29 anos, preso ainda em flagrante, confessou o crime. Ele já respondia por um outro homicídio.

Além de Tiago, outros cinco homens, identificados como W.N.P., de 20 anos, M.J.S.C., de 17 anos, P.V.C.A., de 18 anos, I.M.S.S, de 16 anos, e M.V.C., de 16 anos, também foram presos. Eles teriam participado das agressões ao Policial militar e a um amigo.

O crime aconteceu após uma confusão entre o Policial militar e um dos envolvidos no crime. Eles teriam discutido devido a uma fila na loja de conveniência e, na sequência, passaram à agressões. O Policial então teria feito menção a sacar a arma, mas não a fez. No entanto, Tiago teria tomado a arma e atirado na cabeça de Agamenon.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Mais informação

Política de Privacidade e Cookies